A felicidade não está no mal. Está na prática do bem.

Nesse final de semana, 20 e 21 de julho,  87 crismandos receberam o sacramento da Crisma em solenidade presidida por Dom Geremias Steinmetz, concelebrada pelo PE Celso Copetti, pároco da paróquia Cristo Bom Pastor.

O Catecismo da Igreja Católica ensina que a Crisma, pertence, juntamente com o batismo e a Eucaristia, aos três sacramentos da iniciação cristã da Igreja Católica. O Crisma é o sacramento do compromisso missionário na comunidade, onde o cristão confirma o seu batismo e se compromete com  a  prática do Evangelho e com a missão de ser sinal do Reino de Deus na vida cotidiana, na qual suas atitudes, escolhas e ações transparecerão a ação do Espírito Santo.

A Comunidade Cristo Bom Pastor, igreja matriz,  realizou a solenidade do Sacramento do Crisma no dia 20 de julho, na qual 46 crismandos vindos das comunidades Nossa Senhora do Amparo, Cristo Bom Pastor, Santa Isabel da Hungria, São Cristóvão e São José Operário  foram crismados.

A Comunidade São Leonardo Murialdo realizou a Solenidade do Sacramento do Crisma na manhã do dia 21 de julho e 41 crismandos das Comunidades Nossa Senhora das Graças, Sagrado Coração e São Leonardo Murialdo receberam o sacramento.

Destacamos o catequizando Vitor, que após uma queda ficou internado vários meses, e pela graça de Deus e intercessão de São Leonardo Murialdo se recupera e pode receber o sacramento juntamente com sua turma de catequese.

A comunidade Nossa Senhora das Graças estava em festa, pois uma família toda confirmou seu batismo recebendo juntos o Sacramento do Crisma. A família participa ativamente das atividades da comunidade e paróquia e com seu exemplo anima a muitos a persistirem no caminho da fé.

Dom Geremias Steinmetz  proferiu a homilia ressaltando:

Não nos deixemos vencer pelo mal. A felicidade está no bem.

“Somos convocados por Cristo a  nos colocarmos a serviço de seu Reino e assim o bem possa continuar vencendo. A felicidade não está no mal. Está na prática do bem. O tempo comum é tempo de perseverança. Como é bonito viver a rotina da fé, cultivar a vida em família, em comunidade, no cuidado com a vida e a natureza. A palavra de Deus nos anima todos os dias a sermos bons, vivermos a alegria do Evangelho e vivermos a Esperança. Mas que esperança? Esperança em Deus. Somos vocacionados para Deus. Cultivar a fé é cultivar a Esperança em Deus.

 A figura de Marta e Maria nos apresenta dois modos de conceber a fé. Marta se ocupa dos trabalhos do dia a dia, das necessidades. Algumas pessoas acreditam que viver a fé é trabalhar. Maria sentou-se aos pés de Jesus  e se pôs a escutar. Atitude de discípulo. Qual das duas devemos seguir. Digo: as duas! Na nossa vida em comunidade temos pessoas que gostam de agir, de trabalhar e fazem disso uma verdadeira oração. Mas pensar que isso basta é um engano. Esse modo de vida sem discernimento    esvazia a alma, esvazia a fé. Já vi muita gente tombando por não ser capaz de alimentar a fé. Maria se pôs aos pês de Jesus, ouvia  Jesus, o agradava, queria ouvi-lo falar, queria entendê-lo. Existem pessoas assim, que só pensam em rezar, que não conseguem perceber a igreja  numa perspectiva mais ampla,  a ação pastoral mais ampla, que o comprometimento com a comunidade pode  ajudar a construir um  mundo melhor. É capaz de deixar o outro de lado,  o outro se torna inimigo. Isso também esvazia a fé. A fé sem obras é morta. Então mais uma vez: Qual das duas? As duas. Não só Marta nem só Maria. Somos convidados a  vivenciar as duas dimensões da fé. Trabalhar e anunciar a palavra de Deus! Vencer o analfabetismo bíblico.

PE Celso   reiterou   apoio incondicional  da Paróquia Cristo Bom Pastor  a Dom Geremias em razão dos ataques que o mesmo vem sofrendo por sua fidelidade no seguimento de Jesus.  “Aqui o Senhor sempre será bem vindo Dom Geremias! O Senhor  é nosso Pastor! As portas de nossas comunidades estarão sempre abertas! Conte com nosso apoio.”

Ao final Dom Geremias cantou com os catequizandos e toda a comunidade: “Ele me ungiu com o óleo santo, Ele me mandou profetizar! Pôs na minha boca um novo canto, é por isso que eu vivo a cantar!” Momento   de muita alegria, integração e gratidão a Deus que  envia o Espírito Santo, alegria e força dos cristãos.

A Paróquia Cristo Bom Pastor agradece a todos os catequistas e familiares pela dedicação aos crismandos. Que o Espirito Santo os fortaleça animando-os no serviço à comunidade e na fidelidade ao projeto de Jesus de Nazaré.

Leoni Alves Garcia. Pascom Paróquia Cristo Bom Pastor

Fotos: Dani e Vera Lucia da Silva. Pascom Paróquia Cristo Bom Pastor

Visite a galeria de fotos

www.flickr.com/photos/[email protected]/albums/with/72157709790907066

 

https://flic.kr/s/aHsmFkFt46